domingo, 28 de março de 2010

HORA DA LEITURA



GOIABEIRA






A minha goiabeira



No jardim da minha casa mora uma grande amiga.



É uma velha goiabeira, Linda, grande e muito antiga.



“Isso é manacá-da-serra!” minha mãe disse para mim,



e eu bem sei que goiabeira não se planta no jardim.



Mas eu gosto de goiaba, manacá nunca comi



Pois pra mim é goiabeira, minha amiga e companheira, e eu não quero discutir.



“Manacá é uma flor, não é uma fruta de comer.”



Me explicaram outro dia, e eu não quis nem responder,



pois eu pego uma goiaba que a mamãe comprou na feira,




vou correndo pro jardim procurar a goiabeira,



pra deitar na sua sombra e fingir que foi dali,



de um galho dos mais altos, que a goiaba eu colhi.




Quando a tarde é de calor, subo lá na goiabeira,



e, pensando pensamentos, passo o tempo e a tarde inteira.




Ela é uma grande amiga, me dá sombra e cheira bem.



acho até que ela sorri



E conhece a mim também.




Veio um homem outro dia minha amiga examinar.



Disse que ela tinha bicho e não ia mais sarar.



“Essa árvore é bem velha, não tem cura na verdade.



Eu vou ter de derrubar, pois tem bicho em quantidade.”



A tristeza não tem hora, a tristeza não se atrasa:



vão cortar a goiabeira do jardim da minha casa.



Que será que ela tem que com a vida dela acaba?



Ou pegou bicho-de-pé ou tem bicho de goiaba...









BANDEIRA, Pedro.
Cavalgando o arco-íris.










ATIVIDADES








1 Reescreva as frases, substituindo as palavras em destaque por outras que não mudem o sentido da frase:







a)“... minha amiga e companheira, e eu não quero discutir.”





___________________







b) “Veio um homem outro dia minha árvore examinar.”





___________________







c) “Disse que ela tinha bicho e não ia mais sarar.”









2 Você acha que é possível uma árvore morrer porque pegou bicho-de-pé ou tem bicho de goiaba?

______________________________







3 O narrador acredita que a árvore do seu jardim seja uma goiabeira.





Sublinhe no poema os versos que justificam essa afirmação.







4 Releia este trecho do poema e depois responda:









“Essa árvore é bem velha, não tem cura na verdade. Eu vou ter que derrubar, pois tem bicho em quantidades.”







a) Ao ouvir isso, o que a criança sentiu?





______________________________



b) Na sua opinião, que bicho matou o manacá-da-serra?





__________________________________________


Nenhum comentário:

Postar um comentário